Junho Vermelho - Mês de Incentivo a Doação de Sangue

Um suprimento adequado de sangue só pode ser garantido através de doações regulares e voluntárias. O sangue é essencial para tratamentos e intervenções urgentes e pode ajudar pacientes que sofrem de condições com risco de vida, além de apoiar procedimentos médicos e cirúrgicos complexos. O sangue também é vital para o tratamento de feridos durante emergências de todos os tipos (desastres naturais, acidentes, conflitos armados etc.) e tem um papel essencial nos cuidados maternos e neonatais. Em alguns casos mais graves da Covid-19, também estão sendo feitas transfusões de sangue para recuperar os pacientes.

Não existe nenhum substituto para o sangue e ele é muito utilizado em atendimentos de urgência e emergência, cirurgias, tratamento de doenças crônicas como talassemia (uma forma de anemia crônica, de origem genética hereditária, ou seja, passada dos pais para os filhos; e doença falciforme, e doenças oncológicas que, frequentemente, necessitam de transfusão. Todos esses procedimentos precisam de um fornecimento regular e seguro de sangue. Por isso, cada doação é importante para ajudar a manter os estoques abastecidos.

Em meses mais frios, como junho, julho e agosto, há uma baixa nas doações e, consequentemente, nos estoques de sangue. As férias escolares, em que mais famílias viajam, também colaboram para isso. Para manter o abastecimento dos estoques e aumentar as doações voluntárias são criadas campanhas de doação, como o Junho Vermelho, para conscientização e mobilização da população. Por meio da campanha, mais e mais pessoas em todo o mundo são convidadas a se tornarem pessoas que salvam, oferecendo-se voluntariamente para doar sangue de modo regular.

No Brasil, apenas 1,6% da população é doadora de sangue. Um número pequeno, apesar de ser considerado aceitável. Mas que precisa ao menos chegar ao dobro para ser considerado ideal, segundo a OMS – Organização Mundial da Saúde. 

A campanha “Junho Vermelho” é uma iniciativa nacional promovida pelo Ministério da Saúde do Brasil com o objetivo de conscientizar a população sobre a importância da doação de sangue. Criada para atender a uma demanda crescente por doações, especialmente durante os meses de inverno, quando há uma queda significativa no número de doadores, essa campanha busca mobilizar a sociedade a se engajar nessa causa vital.

O mês de junho foi escolhido estrategicamente para a campanha devido à proximidade com o Dia Mundial do Doador de Sangue, comemorado em 14 de junho. Durante todo o mês, são realizadas diversas ações em parceria com hemocentros, hospitais, ONGs e empresas, incluindo campanhas de mídia, mutirões de doação, palestras e eventos educativos, visando aumentar a conscientização e incentivar a doação regular de sangue.

A doação de sangue é um ato simples, seguro e que pode salvar muitas vidas. Uma única doação pode beneficiar até quatro pessoas, ajudando a repor estoques de sangue que são fundamentais para a realização de cirurgias, tratamentos oncológicos, atendimentos de emergência, entre outros. O Ministério da Saúde reforça que todos os protocolos de segurança são seguidos rigorosamente nos hemocentros para garantir a segurança dos doadores e dos receptores.

Além de mobilizar doadores individuais, a campanha “Junho Vermelho” também incentiva empresas e instituições a organizarem campanhas internas, facilitando a doação de seus colaboradores e disseminando a importância dessa ação solidária.

E doar é muito simples. Basta procurar o hemocentro mais próximo a você e:

- Ter entre 16 e 69 anos.

- Pesar no mínimo 50 kg.

- Estar alimentado. Evite alimentos gordurosos nas 3 horas que antecedem a doação.

- Caso seja após o almoço, aguardar 2 horas.

- Ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas.

- Apresentar documento de identificação com foto.

 

Impedimentos temporários:

- Gripe, resfriado e febre: aguardar 7 dias após o desaparecimento dos sintomas.

- Período gestacional.

- Período pós-gravidez: 90 dias para parto normal e 180 dias para cesariana.

- Amamentação: até 12 meses após o parto.

- Ingestão de bebida alcoólica nas 12 horas que antecedem a doação.

- Tatuagem e/ou piercing nos últimos 12 meses (piercing em cavidade oral ou região genital impedem a doação).

- Extração dentária: 72 horas.

- Apendicite, hérnia, amigdalectomia, varizes: 3 meses.

- Colecistectomia, histerectomia, nefrectomia, redução de fraturas, politraumatismos sem sequelas graves, tireoidectomia, colectomia: 6 meses.

- Transfusão de sangue: 1 ano.

- Vacinação: o tempo de impedimento varia de acordo com o tipo de vacina.

- Exames/procedimentos com utilização de endoscópio nos últimos 6 meses.

- Ter sido exposto a situações de risco acrescido para infecções sexualmente transmissíveis (aguardar 12 meses após a exposição).

 

Impedimentos definitivos:

- Ter passado por um quadro de hepatite após os 11 anos de idade.

- Evidência clínica ou laboratorial das seguintes doenças transmissíveis pelo sangue: Hepatites B e C, AIDS (vírus HIV), doenças associadas aos vírus HTLV I e II e Doença de Chagas.

- Uso de drogas ilícitas injetáveis.

- Malária.

 

Ao longo dos anos, a campanha tem mostrado resultados significativos, contribuindo para o aumento das doações de sangue durante o período crítico de inverno. No entanto, a necessidade de sangue é constante, e a campanha “Junho Vermelho” é um lembrete anual da importância de se manter um fluxo regular de doações durante todo o ano.

Em resumo, a campanha “Junho Vermelho” é uma importante iniciativa de saúde pública que busca fortalecer a cultura da doação de sangue no Brasil, salvando vidas e promovendo a solidariedade e a responsabilidade social entre os brasileiros.

Vamos fazer nossa parte? A doação de sangue é totalmente segura, não dói, leva no máximo 40 minutos e o volume coletado não ultrapassa 10-15% da quantidade de sangue que o doador possui. Ele é reposto naturalmente pelo organismo em até 24 horas após a doação, ou seja, não há nenhum prejuízo à saúde e pode salvar até 4 vidas. Maravilha, né?

Seja um doador de sangue. Incentive sua família e seus amigos a fazerem o mesmo. A solidariedade é fundamental para salvar muitas vidas, inclusive a de alguém que você ama.

 

 

Fonte: https://www.unimednortepaulista.com.br/noticias/junho-vermelho-um-chamado-para-a-doacao-de-sangue

https://www.hemocentro.fmrp.usp.br/junho-vermelho/

Data de Publicação: terça-feira, 04 de junho de 2024

Receba novidades sobre assuntos da Câmara

Endereço:
Ladeira Ute Amélia Gastin Pádua, nº 150 - São Tarcísio
Afonso Cláudio – ES - CEP: 29600-000


Telefone:
(27)3735-1234/3735-1954
E-mail:
cmac@cmac.es.gov.br

Horário de Funcionamento:
Segunda-feira a Quinta-feira das 7h às 16h
Sexta-feira das 7h às 13h

CÂMARA MUNICIPAL DE AFONSO CLÁUDIO - ES
Política de Privacidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com as condições contidas nela.